LOS ANGELES (AP) – Hillary Rodham Clinton e sua filha, Chelsea, estão formando uma produtora de filmes que, segundo eles, contará histórias de pessoas cujas vozes são freqüentemente esquecidas.

O primeiro projeto de sua empresa HiddenLight é ser uma série de documentários chamada “Gutsy Women”, que a Apple TV + disse em um anúncio separado na quinta-feira que planeja ir ao ar em uma data futura não especificada.

Mãe e filha, que apresentarão a série, dizem que ela foi inspirada no livro de 2019 que coautoras: “O livro das mulheres corajosas: histórias favoritas de coragem e resiliência”.

“Por muito tempo, a atenção foi dada apenas às vozes mais altas na sala. Gerações de agentes de mudança moldaram e continuarão a moldar nosso mundo – muitas vezes silenciosamente, voando sob o radar ”, disse Hillary Clinton em um comunicado. Ela acrescentou que as histórias daqueles que muitas vezes não foram anunciados são as que planejam contar.

Os Clintons se juntam ao ex-presidente Barack Obama e sua esposa Michelle no negócio de produção de filmes e TV; a empresa Obamas ‘Higher Ground apoiou vários projetos, incluindo o documentário vencedor do Oscar “American Factory”.

A dupla fez parceria com Sam Branson na formação de HiddenLight. O filho do magnata dos negócios Sir Richard Branson é o fundador da produtora boutique Sundog Pictures.

A HiddenLight diz que também tem planos de produzir outros documentários, bem como entretenimento com roteiro e não roteiro para TV, cinema e plataformas digitais.

“As histórias que contamos e as experiências que compartilhamos moldam a maneira como nos vemos e nos ajudam a entender nosso lugar único no mundo”, disse Chelsea Clinton.

Fonte