Monica Lewinsky falou sobre a luta de Britney Spears com sua tutela que virou manchete e refletiu sobre seus próprios problemas como mulher quando era mais jovem.

Monica Lewinsky, 48, está compartilhando sua opinião sobre Britney Spearscaso de tutela. A ex-funcionária da Casa Branca falou sobre seu próprio passado difícil, que é apresentado na nova série FX Impeachment: American Crime Story, e como ela cresceu com isso, quando ela mencionou a cantora de 39 anos, em uma nova entrevista. Depois de explicar que as pessoas agora estão pedindo desculpas depois de ver seu escândalo com o ex-presidente Bill Clinton com novos olhos, ela disse que acha que o mesmo deveria acontecer com Britney e outras mulheres em situações semelhantes.

“Acho que já deveria ter passado e é maravilhoso ver isso acontecendo com mulheres diferentes em arenas e cenários diferentes”, ela compartilhou com No estilo. “Eu cometi um erro. Britney não fez. ” Ela acrescentou que “isso aconteceu com outras mulheres, e há uma quantidade enorme de danos colaterais. Portanto, acho que não é apenas um pedido de desculpas a uma pessoa; é um pedido de desculpas por como você afetou uma cultura. ”

Monica Lewinsky
Monica Lewinsky recentemente falou sobre a tutela de Britney Spears. (Shutterstock)

“O que é agência sexual?”, Ela continuou. “O que isso significa? Não é surpreendente que esta desobjetificação das mulheres esteja acontecendo ao lado do #MeToo movimento. Eles se trançam de uma maneira que faz sentido. ”

Ela também mencionou como acabou percebendo que outras mulheres estavam sendo afetadas pelo escrutínio da mídia, assim como ela. “Naquela época, eu não conseguia ter perspectiva de reconhecer: ‘Ah, isso está acontecendo com outras mulheres’”, disse ela. “Quando a vergonha da gordura aconteceu Jessica Simpson [in 2009], Eu pensei, ‘Oh, OK. Isso não aconteceu apenas comigo. Isso está acontecendo agora com outras pessoas também. ‘ Não que isso seja uma coisa boa. ”

Britney Spears
Britney Spears ainda está fazendo manchetes com sua tutela. (Shutterstock)

Monica ganhou destaque pela primeira vez em 1998, quando foi revelado que ela teve um caso com o presidente Clinton enquanto trabalhava pela primeira vez como estagiária não remunerada no gabinete do Chefe de Gabinete da Casa Branca Leon Panetta e depois como funcionária paga no Escritório de Assuntos Legislativos da Casa Branca entre 1995 e 1997. Isso a levou a se tornar rapidamente o centro das atenções na cultura pop e a ser examinada, tornando-se até mesmo o ponto alto de muitas piadas.

Ela está produzindo o nova série FX, que estreia em 7 de setembro, mais ou menos nessa época da vida dela. O trailer pode ser visto aqui.

Fonte