Kirk Cameron continua a realizar seus protestos contra a pandemia sem máscara.

Assim como ele jurou que faria, a ex-estrela infantil que se tornou evangelista, 50, apresentou outro evento caroling no shopping The Oaks em Thousand Oaks, Califórnia, na terça-feira – como novas caixas COVID-19 onda no estado, as mortes aumentam e as internações nunca foram tão altas.

Cameron, uma estrela dos anos 80 de Crescentes Dores fama, não usou máscara para o evento, é claro, em vez disso colocou um chapéu de Papai Noel e barba postiça, para cantar junto. De acordo com KABC-TV em Los Angeles, cerca de 100 pessoas compareceram com poucos ou nenhum usando máscaras ou praticando o distanciamento social.

(Captura de tela: Kirk Cameron via Instagram)
(Captura de tela: Kirk Cameron via Instagram)

A administradora do shopping criticou a reunião, dizendo que era um “evento não sancionado” e chamando-o de “irresponsável”. Um comunicado no Twitter pedia aos organizadores que mudassem o local, que a KABC-TV relatou ser próximo a um site de testes COVID-19.

Torcendo o nariz para o CDC aconselhando os americanos a use máscaras para retardar a propagação de COVID-19, havia até uma mesa no canto onde as pessoas poderiam supostamente obter “emblemas de isenção de máscara”.

Cameron participou do protesto depois de viajar de volta à Califórnia da Flórida, onde dias antes ele e seu filho James participaram do polêmico evento Turning Point USA no resort do presidente Trump em Mar-a-Lago. Uma foto mostrava os homens – sem máscaras – dentro do salão de festas do local.

De acordo com Washington Post, o evento do grupo de estudantes conservadores no clube privado de Trump supostamente violou as restrições locais ao coronavírus e ignorou os apelos das autoridades para evitar tais reuniões massivas.

Fotos no Instagram mostraram muitos participantes lá dentro, sem máscaras:

O cantar junto também desconsiderou os apelos das autoridades para evitar reuniões massivas como o condado de Ventura, onde Thousand Oaks está localizado, gravado mais de 200 mortes desde o início da pandemia e mais de 32.000 casos no total. Na terça, o condado relatado 737 novos casos positivos. São mais de 300 pacientes internados por COVID-19 sendo 67 deles na UTI, segundo terça-feira dados.

Em entrevista à Fox News na semana passada, Cameron defendeu os protestos cantando sem máscara, dizendo: “Esta é a terra dos livres e o lar dos bravos e há milhares e milhares de pessoas em nossa comunidade que preferem não sofrer isoladamente e sair para cantar e expressar sua gratidão. Porque acreditamos que existe imunidade na comunidade, mas existe desolação no isolamento e quero dar esperança às pessoas ”.

Leia mais no Yahoo Entertainment:

Fonte