Nicki Minaj afirmou publicamente que o amigo de seu primo desenvolveu ‘testículos inchados’ como resultado da vacina COVID-19, no entanto, essa teoria foi negada.

O ministro da saúde de Trinidad e Tobago negou Nicki Minajreivindicação de que o amigo de seu primo desenvolveu testículos inchados após receber a vacina COVID-19. No dia 13 de setembro, a rapper “Super Bass” tuitou que não compareceria ao Gala Conhecida porque ela não queria se vacinar, e o evento exigia comprovante de vacinação para todos que caminharam pelo tapete. Seu raciocínio para não receber a injeção foi devido a uma afirmação muito bizarra de que o amigo de seu primo ficou “impotente” e tinha “testículos inchados”.

Nicki tweetou: “Meu primo em Trinidad não vai tomar a vacina porque seu amigo a tomou e ficou impotente. Seus testículos ficaram inchados. Seu amigo estava a semanas de se casar, agora a garota cancelou o casamento. Portanto, apenas ore sobre isso e certifique-se de que você está confortável com sua decisão, não intimidado. ” Em uma conferência de imprensa no dia seguinte, Ministro da Saúde Dr. Terrence Deyalsingh explicou que ele “tinha que verificar e certificar-se de que o que ela estava alegando era verdadeiro ou falso”.

Ele continuou: “Infelizmente, ontem, perdemos muito tempo evitando essa falsa alegação. Até onde sabemos, neste momento, não houve nenhum efeito colateral ou efeito adverso relatado ”, disse Deyalsingh. “… Como estamos agora, não há absolutamente nenhum efeito colateral relatado ou evento adverso de inchaço testicular em Trinidad ou… em qualquer lugar. Nenhum que conhecemos em qualquer outro lugar do mundo. ”

nicki
Nicki Minaj. Imagem: MEGA

Deyalsingh também notou sua frustração por ter que investigar as alegações públicas do rapper. “O que é triste sobre isso, é que perdemos nosso tempo ontem, tentando rastrear [it] baixa. Porque levamos todas essas afirmações a sério, seja na mídia social ou na mídia convencional ”, disse ele. Dr. Anthony Fauci também opinou sobre a postura anti-vacina de Nicki durante sua última aparição no CNN. O médico e imunologista de 80 anos explicou ao Jake Tapper que o rapper de 38 anos era “Espalhando desinformação”.

“Existe alguma evidência de que a Pfizer, Moderna ou a [Johnson & Johnson] vacinas causar problemas reprodutivos, em homens ou mulheres? ” Jake perguntou ao Dr. Fauci. “A resposta para isso, Jake, é um sonoro não”, respondeu ele. “Não há evidências de que isso aconteça, nem há qualquer razão mecanicista para imaginar que isso aconteceria.”



Fonte